Os vasinhos (teleangiectasias) são capilares venosos dilatados que aparecem com maior frequência nas pernas e no rosto, gerando incômodo estético de graus variados.

Verificamos grande propaganda em revistas leigas divulgando novas tecnologias (Lasers) para o tratamento dos vasinhos sem base científica concreta.

Existem poucos estudos nessa área, por isso resolvemos então fazer um estudo científico original, onde comparamos o resultado do Laser com a escleroterapia com Glicose 75% (tratamento convencional).

 Foram estudadas 30 mulheres com menos de 40 anos com a mesma quantidade de vasinhos em ambas as pernas. Numa das pernas tratamos os vasinhos com o Laser e na outra com escleroterapia.

AS PRÓPRIAS PACIENTES julgaram a INTENSIDADE DA DOR durante os procedimentos e o RESULTADO OBTIDO com cada um dos métodos.

Resultados chocantes

Diferentemente do que as pessoas esperariam, as PRÓPRIAS PACIENTES julgaram as sessões de Laser mais dolorosas e o RESULTADO obtido com a ESCLEROTERAPIA MELHOR do que com o Laser.

Além disso, uma paciente tratada com o LASER apresentou queimadura de pele.

Preciso falar mais alguma coisa?

O que fazer então?

A pergunta que todos devem ter em mente é: Novas tecnologias devem sempre substituir as anteriores?

Pesquisas científicas realizadas de forma correta podem responder a essa questão:

Nem sempre novas tecnologias superam as anteriores.

A melhor forma de tratamento é aquela que tem melhores resultados, no caso, a ESCLEROTERAPIA.

Esse trabalho foi publicado numa das melhores revistas científicas de dermatologia dos Estados Unidos em 2012.

Comparison of laser versus sclerotherapy in the treatment of lower extremity telangiectases: a prospective study. Nelson Wolosker, Marco Munia e cols.

Dermatol Surg. 2012; 38(4):635-9.

 

Os comentátrios estão fechados.

Procurando algo?

Use o formulário abaixo para pesquisar no site:

Ainda não encontrou o que procura? Entre em contato.

Blog Prof. Dr. Nelson Wolosker

O Blog se destina a publicação de artigos e notícias relacionado a especialidades da Clínica do Prof. Dr. Nelson Wolosker, Cirurgião Vascular e Endovascular.